Campanha chinesa para doação de órgãos comove o mundo e supera o clichê do perde-ganha

    Comercial chinês de incentivo à doação de órgãos mostra que políticas públicas conseguem se safar do paradigma da ineficiência comunicacional.

    Um filme de 90 segundos produzido na China convoca as pessoas à doação de órgãos, tocando naquilo que é mais precioso: a relação entre mãe e filho.

    A campanha mostra um bebê que chora copiosamente. O pai não consegue fazê-lo se acalmar, então alguns familiares prestam ajuda. O choro continua. O bebê parece inconsolável. Brinquedos, abraços e brincadeiras não conseguem fazê-lo parar de sofrer. A essa altura, já é possível sentir certo desespero.

    Por fim, um rapaz segura a criança, que prontamente se tranquiliza. O segredo: a mãe do bebê foi doadora do coração que agora bate no peito do homem. A criança ouve o batimento cardíaco (de sua mãe) e se tranquiliza.

    Doação de órgãos. Segundo dados do Governo Federal, tem crescido o número de

     

    Continue lendo