Banner utilizado pelo programa Criança e Consumo, do Instituto Alana

A Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, instaurou processo administrativo contra o McDonald’s para investigar suposta prática ilegal de publicidade direcionada às crianças na comercialização do “Mc Lanche Feliz”.

A medida decorre de uma série de denúncias de prática abusiva do McDonald’s, ao oferecer um combo de lanche e brinquedos exclusivos colecionáveis.

O Instituto Alana, por meio de seu programa “Criança e Consumo”, encabeçou a campanha “Abusivo tudo isso”, em alusão ao slogan “Amo muito tudo isso”, da rede de lanchonetes, viabilizando um link para denúncia direta ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), da Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON). Basta acessar o site do “Criança e Consumo”, preencher os dados pessoais e encaminhar a denúncia à Secretaria.

Segundo o programa Criança e Consumo “o McDonald’s faz das crianças promotoras dos produtos e se baseia em uma estratégia abusiva de venda casada de um brinquedo com um combo alimentar não saudável”.

“O engajamento das pessoas na campanha nasce do descontentamento com relação às práticas abusivas e ilegais direcionadas às crianças. Todos os dias, recebemos uma série de denúncias a respeito desta rede de fast food e achamos que era o momento de convidar as pessoas a encaminharem, diretamente, as denúncias para a Senacon. Deu certo!”, comemora Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do Criança e Consumo.

O IntervaloLegal já abordou o problema da publicidade infantil no podcast #2. Se você não ouviu, segue abaixo o link para acesso: