ONU pelo fim dos estereótipos na publicidade.

A ONU Mulheres está trazendo ao Brasil a “Aliança Sem Estereótipo”, movimento que visa conscientizar anunciantes, agências e indústria da propaganda em geral sobre a importância de eliminar os estereótipos de gênero nas campanhas publicitárias.

Lançada em 2017 durante o Festival de Cannes, a iniciativa Unstereotype Alliance chega ao país sob coordenação da agência da ONU, com apoio da Associação Brasileira dos Anunciantes (ABA) e das empresas Unilever e Heads Propaganda. Grupo Boticário e Mastercard também anunciaram adesão. O país será o primeiro da América Latina a sediar o movimento.

“Para acabar com a desigualdade de gênero, precisamos trabalhar em rede, unindo forças”, disse Adriana Carvalho, gerente da ONU Mulheres para os Princípios de Empoderamento das Mulheres. “A publicidade tem um papel muito importante no processo, porque pode atuar reforçando estereótipos ou ajudar a eliminá-los, que é o que buscamos”.

A “Aliança sem Estereótipo” foi apresentada ao mercado na sexta-feira (22), em evento na sede da Unilever em São Paulo. Participaram do encontro representantes de agências de publicidade, grupos de mídia, empresas de tecnologia como Google e Facebook, além do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR). Também estiveram presentes executivas e executivos de Grupo Boticário, Mastercard, Coca-Cola, Johnson & Johnson, Telefônica Brasil, Magazine Luiza, Avon, Bradesco, Natura, Nestlé, Mars, Alpargatas e Microsoft.

“Muitas das empresas presentes já participam do movimento globalmente. Mas é preciso trazer a agenda para o Brasil, para que as unidades locais também assumam o compromisso de fazer publicidade sem recorrer a imagens carregadas de preconceitos e com atitudes discriminatórias”, declarou Adriana.

FONTE: ONU