Podem me chamar de conservador, mas não vejo o menor sentido em ressuscitar artistas mortos para que figurem como garotos-propaganda.

O respeito aos mortos implica deixá-los onde estão: na nossa memória afetiva.

Recentemente, duas marcas resolveram “desenterrar” da memória afetiva do brasileiro o Mussum, ex-integrante dos Trapalhões, e Dercy Gonçalves.

Mussum “participa” do comercial da cerveja ‘Cacilds’, cuja palavra era uma interjeição usada pelo comediante para representar susto, espanto. Outra palavra que ficou famosa por causa de Mussum foi a palavra ‘Mé’, que na gíria representa bebida alcoólica.

Assista o vídeo:

Comercial da cerveja Cacilds