Comercial de preservativo foi banido

    Comercial de camisinhas foi banido

    Imagem do comercial de camisinhas Zazoo, cuja veiculação foi proibida na Europa

    Caso histórico. O comercial do preservativo Zazoo foi proibido, por apresentar um pai que, diante da reação nervosa do filho num supermercado, mostra sinais de arrependimento da paternidade.

    Embora o vídeo tenha sido bem humorado, e que provavelmente reflete um lapso de realidade de muitas mães e pais que já vivenciaram momentos como o do filme, a peça denigre a ideia de paternidade e faz uma crítica ácida à ideia de planejamento familiar.

    Assista:

    Vídeo do comercial de preservativos da marca Zazoo: use camisinha

    Toda publicidade que resvala na questão de planejamento familiar tende a encontrar resistência nas redes sociais. Foi assim, por exemplo, com a campanha criada pelo Município de Quaraí, no interior do Rio Grande do Sul, que provocou uma reflexão sobre a responsabilidade de se ter filhos.

    Campanha da Prefeitura de Quaraí-RS para conscientização da população

    Conheça outros comerciais que também foram proibidos: